Arquivo da tag: vacinação

Vacinação: doses do 4º mês

Hoje foi dia de vacinação – tríplice, influenza, polio – pentavalente –  rotavírus e pneumocócica. Até agora, tudo ok, graças a Deus! Se houver alguma alteração, edito o post com um PS, rs.

Aplicamos a pentavalente na rede privada (ele já havia tomado a dose correspondente de Hep B no posto, senão acrescentaria essa) e as demais no posto (rotavírus e pneumocócica). Não faríamos as outras hoje, usaríamos a janela de 15 dias, mas ele saiu super bem da clinica de vacinação, então aproveitamos esse fato.

O Migs se comportou como um lorde, com chorinhos de 30s durante as injeções, rs. Nos dois locais, ele as tomou no colo, mamou em seguida e voltou dando gargalhada no carro. Isso é uma alegria imensa para o coração dos pais. Já espertos com a vacina contra rotavírus, que é oral, pedimos que também fosse ministrada com ele no colo, aos pouquinhos e usamos a chupeta para ajudar a não fechar a boca e cuspir – muito mais gentil e eficaz do que enfiar a seringa na boca dele como da primeira vez. Zero choro, muito diferente da primeira dose.

Uma dica: tanto no posto, quanto na clínica de vacinação (tudo confirmado com a pediatra antes, claro) orientaram que no caso de aplicar parte na rede privada e parte na rede pública o procedimento deve ser: ou faz tudo no mesmo dia ou respeita-se uma janela em relação à pneumocócica, que é de 15 dias. Minha sugestão, para quem optar pela tetravalente (rede pública, celular, mais chance de reação), é confirmar com o médico se isso também pode ser feito no posto, já que lá nos orientaram a não medicar em caso isolado de dor para não diminuir a eficacia da pneumo. Além disso, diminui-se a carga viral num mesmo dia. Como a da rede privada costuma não dar reação, optamos por aplicar todas no mesmo dia.

Outra dica: Também não é necessário aplicar todas as doses dessa fase na rede privada. Em termos financeiros, aplicar as mesmas que têm na rede pública no posto ao invés de fazê-las na clínica particular gerou uma economia que chegou a quase 400 reais aqui em Londrina. Mas vejam, nós fizemos a opção de dar na rede privada apenas as que não têm no posto e/ou as que podem dar reação depois da experiência com o Miguel. Ambas são de qualidade, mas algumas devem ser mantidas do jeito que começaram, segundo nos informaram na clínica de vacinação, como a do rotavírus.

É isso, sem mais notícias no front por enquanto.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Bebê